Notícias

Álvaro Santos Pereira e as Obras Públicas


Na sequência paragem dos grandes projectos de Construção Civil em Portugal, a formação do novo Governo passou pela redução da pasta das obras públicas a uma Secretaria de Estado, sendo a tutela entregue ao Ministério da Economia. O novo super Ministro, Álvaro Santos Pereira tem uma enormíssima responsabilidade em mãos. A construção é o motor do país e o combustível da economia.
O que acontecerá à alta velocidade, às portagens nas SCUTS, novo aeroporto e a tantos outros projectos de Engenharia dos quais tanta gente depende?

Comentários

  1. Currículo não falta ao novo ministro, mas o facto de ter estado os últimos anos no Canadá alheia-o da realidade portuguesa e especialmente da agressividade (não confundir com competitividade) do sector da construção em portugal.

    Por mitra | 21 de Junho de 2011, 9:33
  2. Achei uma boa escolha, apesar da aparente falta de experiência penso que é uma pessoa frontal e sem peneiras.
    Para quem não conhece, aqui fica o excelente blog do agora ministro, que sigo há bastante tempo:
    http://desmitos.blogspot.com/

    Por Rui Nogueira | 21 de Junho de 2011, 9:45
  3. Quem fiscaliza a execução das obras públicas concessionadas pelo Estado?

    Por José Coelho e Silva (eng civil) | 19 de Janeiro de 2012, 17:41
  4. Currículo não falta? Devem estar a brincar, o tipo é o protótipo do académico alheado da realidade. Aliás, o tipo não passava de um professor, não era um académico no sentido lato, da investigação ou aplicação, já que em economia a investigação é algo menos prático do que nas engenharias por ex.

    Além disso, se o homem está a anos luz da economia real e do que o país necessita, em termos de Obras Públicas é uma nulidade, sendo muitíssimo grave pois é um Ministério de muitíssima importância na nossa Nação e que pela primeira vez na história moderna não temos esse mesmo ministério. É gravíssimo. No passado o MOP chegou a englobar outros ministérios, nunca a ser englobado na economia…. Até o austreo do Salazar teve um todo poderoso MOP na pessoa do Eng. Duarte Pacheco.

    Com esta escumalha política estamos bem lixado

    Por ACP | 4 de Julho de 2012, 3:59

Comentar