Ferrovias

Suspensos Combóios entre o Cais do Sodré e São Pedro

A partir de 18 de Julho e até 31 de Agosto, a CP vai suspender parcialmente o serviço entre o Cais do Sodré e São Pedro na linha de Cascais com o objectivo de reduzir custos.
A supressão parcial desta linha deve-se à dificuldade que a CP tem tido em fazer a manutenção das composições ferroviárias circulantes e reparar avarias em tempo útil, em resultado dos cortes orçamentais.
Apesar destes cortes, vão manter-se em circulação normal os restantes combóios diários nesta via ferroviária.

Comentários

  1. Amor não é para ser entendido, é para ser vivido. ! a releção entre REFER / CP / ??? Empresa de Manutenção da Linha Ferrea !! ! é os €€€€€€ a falar + alto…………….

    Por quim pereira | 14 de Julho de 2011, 5:38
  2. será k a Ferrovias vais ganhar ? outra vez ? ou estão a fazer o caderno de encargos à maneira da mota-engil !??? sei.. lá…

    Por quim pereira | 14 de Julho de 2011, 5:52
  3. Só para enquadramento, o caso é mesmo muito simples.
    A CP não tem de cumprir o Código de Contratação Pública (CCP) tal como outra empresa pública qualquer, porque é uma empresa de transportes.
    No entanto, a sua empresa de manutenção ferroviária foi obrigada a aplicá-lo desde há algum tempo, porque é uma SA, embora de capitais públicos. A aplicação do CCP foi exigida pela Inspecção Geral de Finanças, aqueles iluminados por boas ideias cegas que circulam em gabinetes.
    Resultado: os consumiveis a aplicar nos comboios, mesmo em manutenção mais ou menos ligeira, no dia a dia, como os do sistema de travagem, rodas, etc… têm custos avultados que exigem procedimentos concursais segundo o CCP cujos prazos tornam impossível o cumprimento das operações de manutenção ligeiras em tempo útil. E por isso os comboios vão parar cada vez mais, por questões de segurança.
    Se a manutenção for feita por um privado, este já não terá de cumprir o CCP. No entanto esta manutenção irá sair bastante mais cara ao erário público, como já existem exemplos… basta se indagar… ;)
    Além de que Portugal é o único país que está a aplicar o CCP desta forma, porque nos outros países já verificaram que é muito dificil de aplicar, não defende o interesse público e por isso ignoraram a aplicação desta Directiva CE.
    Este exemplo português da manutenção dos comboios é um dos exemplos flagrantes onde a aplicação do CCP não defende o interesse público e é um falhanço completo.
    Responsáveis? Ui… Ui… Ui… Quando os comboios pararem totalmente, e os presidentes das câmaras da linha, de Cascais, Oeiras e mesmo de Lisboa se meterem ao barulho…

    Por José (heterónimo) | 18 de Julho de 2011, 9:49
  4. Pelos vistos hoje (12-out-2011) a CP ainda deve andar a regular pelo mês de Agosto pois alguém se esqueceu de acertar o calendário e os comboios continuam suspensos…

    Por Utente do SP "Express" | 12 de Outubro de 2011, 22:11

Responder a Utente do SP "Express"