Materiais de Construção

Tijolos Cerâmicos Reforçados com Algas Marinhas


A Universidade Técnica de Sevilha e o Departamento de Materiais de Construção da Universidade de Glasgow estão a desenvolver um projecto de investigação de materiais de construção sustentáveis que consiste no reforço de tradicionais tijolos cerâmicos com polímeros obtidos por processamento de algas marinhas.

A substância em causa é o Alginato, um composto polimérico que ocorre naturalmente nas algas.
Os estudos até agora desenvolvidos permitiram obter tijolos com uma resistência à compressão 40% superior aos tijolos tradicionais. A adição destes polímeros permitiu também melhorias na ductilidade, com aumentos significativos na resistência à flexão e diminuição do tempo de cura e formação de fissuras.


Outros Artigos Interessantes:

Betão Ecológico de Geopolímeros
Obras no Aeroporto de Faro Prejudicam Turismo
Frente Tejo em Processo de Extinção
Bitola Europeia para Baixar Custos
O Indeciso do Estaleiro de Obras
As Piores Casas de Banho do Mundo - Tomo 2
A Primeira Habitação Construída com Impressão 3D
Soluções de transporte vertical da ThyssenKrupp Elevadores marcam presença na Maker Faire Lisboa

Comentários

  1. Vivo na Guiné-Bissau, mais concretamente em Bissau, sou Luso descendente.
    Gostaria de saber se posso comprar uma máquina automatica de fazer blocos reforçados a partir do barro existente aqui, que se mistura com cimento, fazendo uma argamassa húmida, que com a prensa existente na máquina poderá compactar o bloco e assim teremos o bloco reforçado. Também poderá fazer os mesmos blocos sem cimento. É assim, existem aqui máquinas para fazer blocos reforçados, mas são manuais e tiram um bloco de cada vez com as medidas de 30X15X10.
    Aguardo Vossa resposta com ansiedade, esperando responder às questões possíveis para bem nos entendermos.

    Por Luis Alberto Taborda | 18 de Janeiro de 2012, 11:15

Comentar